Acesso às vacinas

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, anualmente, mais de três milhões de vidas são salvas pela vacinação em todo o mundo, porém cerca de dois milhões de pessoas ainda morrem por falta de acesso às vacinas.

A vacinação é uma das medidas mais importantes de prevenção e combate contra doenças. É muito melhor e mais fácil prevenir uma enfermidade do que tratá-la, e é isso que as vacinas fazem. As vacinas não são necessárias apenas na infância, mas os idosos também precisam se proteger contra gripe, pneumonia e tétano, e as mulheres em idade fértil devem tomar vacinas contra rubéola e tétano, que, se ocorrerem enquanto elas estiverem grávidas ou logo após o parto, podem causar doenças graves ou até a morte de seus bebês. Os profissionais de saúde, as pessoas que viajam muito e outros grupos de pessoas, com características específicas, também têm recomendações para tomarem certas vacinas.

Além disso, a vacinação não apenas protege aqueles que recebem a vacina, mas também ajuda a comunidade como um todo. Quanto mais pessoas de uma comunidade ficarem protegidas, menor é a chance de qualquer uma delas, vacinada ou não, seja contaminada.

Trabalhamos para que todas as pessoas tenham acesso às vacinas existentes, onde quer que estejam. Devido ao custo da administração, aos sistemas de saúde deficientes e, em alguns casos, a conflitos, muitas pessoas que vivem nos países mais pobres não têm acesso às vacinas. Por isso, mantemos parcerias com várias organizações internacionais, como a Organização Mundial da Saúde, a UNICEF - Fundo das Nações Unidas para a Infância e a Cruz Vermelha, por meio das quais fornecemos vacinas às populações mais carentes. Para essas entidades, desenvolvemos apresentações adaptadas das vacinas e implantamos políticas de preços diferenciados.

 

ALIANÇA GLOBAL PARA VACINAS E IMUNIZAÇÃO (GAVI Alliance)

A GAVI Alliance foi criada em 2000, em uma iniciativa conjunta da Fundação Bill & Melinda Gates, Banco Mundial, OMS, UNICEF e empresas produtoras de vacinas, incluindo a Sanofi Pasteur.

Com o compromisso de salvar a vida de crianças e proteger a saúde das pessoas pelo o uso generalizado de vacinas, a GAVI Alliance patrocina programas de imunização e sistemas de saúde para acelerar a introdução de novas vacinas.

A Sanofi Pasteur compartilha dos objetivos da GAVI Alliance de melhorar a infraestrutura necessária à administração adequada de vacinas, assim como incentivar os projetos de pesquisa e desenvolvimento voltados às doenças que predominam em países em desenvolvimento.

Desde a sua origem, a empresa pratica uma política de preços diferenciados para facilitar o acesso a vacinas nos países que integram a GAVI Alliance.

 

INICIATIVA GLOBAL PARA ERRADICAÇÃO DA POLIOMIELITE (GPEI)

A GPEI, Iniciativa Global para Erradicação da Poliomielite, é a maior iniciativa mundial de saúde pública da história. Dirigida por governos nacionais, Organização Mundial de Saúde, Rotary International, Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) e UNICEF.

Desde 1988, cerca de dois bilhões de crianças de todo o mundo foram vacinadas contra a poliomielite como resultado deste esforço inédito de cooperação de mais de 200 países e 20 milhões de voluntários, financiado por um investimento internacional de US$ 3 bilhões.

Somos a empresa com o maior volume de doação para a GPEI. Desde 1988, doamos 120 milhões de doses da vacina oral contra poliomielite para imunizar crianças em cinco países africanos devastados pela guerra: Angola, Libéria, Serra Leoa, Somália e região sul do Sudão.

 

EPIVAC: EDUCAÇÃO DE MÉDICOS E PROFISSIONAIS DE SAÚDE

O EPIVAC é um programa criado pela Sanofi Pasteur com o propósito de formar médicos e profissionais de saúde para implantar programas de imunização em onze países da África Central e Ocidental.

Ao fornecer treinamento em epidemiologia, computação aplicada, vacinologia e gestão de programas de saúde, o curso de certificação em organização e gestão de imunização permitirá a melhoria do acesso às vacinas em alguns dos países subdesenvolvidos.