Desafios

 

Os nossos pesquisadores desenvolvem vacinas tanto preventivas como terapêuticas e trabalham para melhorar os métodos de administração.

Mais de 15% da equipe da Sanofi Pasteur dedica-se à pesquisa e desenvolvimento em seis unidades: Marcy-l'Étoile, na França; em Cambridge, Massachusetts; em Orlando, Flórida, e em Swiftwater, Pensilvânia, ambas nos EUA; em Hyderabad, na Índia; e em Toronto, no Canadá.

A pesquisa de vacinas precisa cumprir exigências muito específicas. Como são administradas em indivíduos saudáveis, frequentemente em crianças, os imunizantes cumprem normas rigorosas de segurança, que devem ser percebidas desta forma pelos indivíduos que as recebem. Além disso, a P&D também precisa considerar as exigências regulatórias impostas pelas autoridades de saúde, nacionais e internacionais, e as diferenças entre os calendários de vacinação.

Os estudos clínicos têm um papel essencial. Eles permitem avaliar a tolerância, a dosagem melhor adaptada e a eficácia de uma vacina, por meio de estudos em grande escala, conduzidos em amostra ampla de uma população. Antes de receberem autorização de comercialização, os estudos cumprem um processo de desenvolvimento clínico em três fases, que podem durar de 8 a 12 anos.

A partir da comercialização de uma vacina, a farmacovigilância − avaliação contínua do perfil de segurança dos produtos, baseada na coleta de relatórios de eventos adversos − garante a aplicação de um sistema de vigilância internacional. Também são conduzidos estudos pós-comercialização que permitem confirmar os benefícios dos nossos produtos.